Sindicato entra com ação na Justiça contra abertura de bancos nos feriados antecipados

22/05/2020
10:19:44

O Sindicato dos Bancários de Sergipe passou as últimas 24 horas tentando a adesão dos bancos à antecipação do feriado estadual, do dia 8 de Julho (Emancipação Política de Sergipe), nesta sexta-feira (dia 22) e do São João na próxima segunda-feira (dia 25). Apesar do empenho, os sindicalistas do setor não conseguiram.

Durante entrevista ao Programa Linha Direta, a Presidente do Sindicato dos Bancários, Ivânia Pereira, afirmou que a luta pela defesa da folga dos trabalhadores bancários foi derrubada. “Infelizmente valeu a ganância, a defesa do mercado em detrimento da vida e da saúde das pessoas. Segundo o que os bancos nos informaram é que decisão foi direta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e que todos os bancos iriam então abrir, inclusive na segunda feira”, pontuou a sindicalista.

Questionada sobre a quantidade de bancários que está com a covid-19, Ivânia Pereira disse que em Sergipe 28 bancários estão contaminados e isolados em casa. Ela também destaca a situação como grave, por que os bancos não estão fazendo os testes dos funcionários, mesmo o Governo considerando ao atendimento bancário essencial. “Nós solicitamos a vacina contra a gripe para quem está nas agências. No entanto, nem o Estado nem o Município disponibilizaram, inclusive os testes rápidos. Apenas o Banese é o único banco que está fazendo os testes. Nós queremos que todos os bancos ofereçam os exames. A maioria dos bancários infectados estavam sem nenhum sintoma. Esse é um dos grandes problemas da doença”, alertou. A Presidente do Sindicato dos Bancários lembrou que o banco que tem o maior número de contaminados é a Caixa Econômica Federal, que realiza o atendimento em massa nas agencias devido ao auxilio emergencial.

Questionada se nesta sexta-feira o sindicato vai tentar mobilizar a classe patronal no sentido de decretar o feriado na segunda-feira, Ivânia disse que voltará a dialogar e, se não conseguir, voltará a justiça. “No sistema democrático, o diálogo é a primeira e a melhor medida. Então nós fomos primeiro tentar através do diálogo, persuadir os bancos a atenderem o decreto governamental de antecipação dos feriados, mas os bancos não atenderam. Então nós buscamos a via democrática que é a judicial. O Sindicato entrou com pedido liminar solicitando antecipação de tutela para garantir que os bancos obedeçam a antecipação do feriado como forma de contribuir o isolamento social e reduzir o impacto do índice de contaminação no Estado de Sergipe”, finalizou Ivânia Pereira.