Na provação, não estamos sozinhos, confiemo-nos a Cristo, exorta Papa

01/04/2020
16:35:58

Na Audiência Geral desta quarta-feira, 1º, o Papa Francisco afirmou sobre Jesus: “Enche a nossa vida de felicidade, mesmo em tempos difíceis”. “Nos acompanha e nunca decepciona”. “Apoio e conforto em meio às tribulações da vida”. O Pontífice também saudou os fiéis em várias línguas, conectados por meio dos meios de comunicação com a Biblioteca Apostólica Vaticana. Aos católicos de Língua Portuguesa destacou:

“Amados ouvintes da Língua Portuguesa, a todos saúdo e convido a viver com a Igreja inteira, em pensamento e de coração, a próxima Semana Santa que coloca, diante dos nossos olhos, a Cruz onde Jesus assumiu e suportou toda a tragédia da humanidade. Não podemos esquecer as tragédias dos nossos dias, porque a Paixão do Senhor continua no sofrimento dos homens. Que os vossos corações encontrem, na Cruz de Cristo, apoio e conforto em meio às tribulações da vida; abraçando a Cruz como Ele, com humildade, confiança e abandono filial à vontade de Deus, tereis parte na glória da Ressurreição”.

Aos poloneses, o Santo Padre recordou que, o homem de hoje vê os sinais da morte presentes na civilização e vive cada vez mais com medo, ameaçado no núcleo de sua existência. “[Nestes dias difíceis], os seus pensamentos corram para Cristo: saibam que vocês não estão sozinhos. Ele os acompanha e nunca decepciona”. Francisco pediu: confiem na Sua “Misericórdia Divina e na intercessão de São João Paulo II nas vésperas do 15º aniversário de sua morte” – recordado nesta quinta-feira, 2 de abril.

Aos alemães, o Papa recordou que, ao contemplar a face do Senhor crucificado e morto, neste período de provação, é possível reconhecer em “Sua cruz a fonte da verdadeira esperança e alegria, através da qual Ele venceu todo o mal”. Aos ouvintes de língua espanhola, sua língua nativa, o Pontífice pediu para descobrirem a Providência do Senhor “nos acontecimentos da vida cotidiana”. E convidou a lembrar, nesses momentos de provação e escuridão, “todos os nossos irmãos e irmãs que sofrem, e aqueles que os ajudam e acompanham com amor e generosidade”.

Por fim, entre os fiéis de Língua Italiana, Francisco saudou em particular os grupos que tinham feito reservas para estarem presentes na Audiência Geral desta quarta-feira, 1º, dentre eles os jovens da profissão de fé da Diocese de Milão: “Queridos jovens, mesmo que sua peregrinação a Roma seja apenas virtual, quase sinto a sua presença alegre e barulhenta, concretizada também nas muitas mensagens que vocês me enviaram”.

O Santo Padre agradeceu e encorajou os jovens milaneses a “viverem sempre a fé com entusiasmo e a não perder a esperança em Jesus, amigo fiel que enche a nossa vida de felicidade, mesmo nos momentos difíceis”. Que esses últimos dias da Quaresma possam favorecer “uma preparação adequada da celebração da Páscoa, levando cada pessoa a uma proximidade maior a Cristo”.

Fonte: VaticanNews