Aracaju sedia Congresso Internacional em Defesa da Vida

02/05/2019
10:18:55

Aracaju será a sede do Congresso Internacional em Defesa da Vida, entre os dias 2 e 4 de maio. Organizado pela Rede Nacional em Defesa da Vida e Família, esse evento vai reunir diversas autoridades na defesa da vida humana no Brasil e no mundo, entre as quais a ministra Damares Alves (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) e a deputada Janaína Paschoal (PSL-SP). A Arquidiocese de Aracaju estará representada pelo padre Anderson Pina, mestre em Bioética.

 Também está na pauta desse congresso o julgamento da ADI 5581 em que se discute, dentre outros temas, a juridicidade da conduta de abortamento de crianças cujas mães tenham sido infectadas pelo Zica vírus. “Um dos objetivos do evento é chamar atenção para ausência de fundamento ao pedido, sob os aspectos médico e jurídico e enfatizar o Estado de Sergipe como Estado Pró-Vida”, enfatiza David Calazans, coordenador da Rede Nacional em Defesa da Vida e Família, em Sergipe.

 O Brasil vive hoje uma ameaça à vida, sobretudo das crianças que ainda não nasceram, através da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442 que descriminaliza o aborto até a 12ª semana de gestação, já discutida no Supremo Tribunal Federal (STF). O aborto provocado é considerado crime no Brasil e tem pena que varia de 01 a 03 anos de reclusão.

 

Fonte: arquidiocesedearacaju.