48,00%


Faça o seu depósito no
Banese - Ag. 051 - C.C: 03/100.111-9

Faltam12 dias
Peça sua Oração
Peça sua Música
Reclamações

Notícias

19/07/2017

7 segredos para não perder seu tempo

Perder tempo é algo que acontece com todo mundo. O dia termina e não sabemos como o tempo passou tão rápido. Talvez não tenhamos avançado o suficiente em alguma tarefa que deveríamos fazer ou talvez não tenhamos conseguido completar várias atividades que tínhamos planejado. Ou talvez ainda, francamente, entre uma coisa e outra, não tenhamos feito nada.

Às vezes também nos perguntamos por que demoramos tanto para fazer algo que não deveria exigir mais que um par de horas. É como se o tempo fosse encurtado ou a tarefa estendida, de uma forma incompreensível. No final, o tempo acaba sendo uma variável que está fora do controle, pelo menos em partes.

“Você ama a vida? Pois então, se você ama a vida, não deve perder tempo, porque o tempo é o bem do qual a vida é feita.”
-Benjamin Franklin-

 

Não planejar bem as coisas nos faz perder tempo. É um tempo valioso que logo nos faz falta para estar em dia com os afazeres ou, simplesmente, para ter mais momentos livres. Com a grande quantidade de estímulos aos quais estamos expostos, acaba sendo difícil traçar um plano de atividades e realizá-las ao pé da letra. Mas também não é impossível. Aqui apresentamos algumas estratégias para você conseguir fazer isso.

 

A pontualidade: um antídoto para não perder tempo

 

Tudo começa aí, com a pontualidade. Se você chega tarde, ou começa tarde, já introduz um fator de desordem na tarefa que deve realizar. Você inicia tudo com um pequeno caos. Dá início a uma cadeia de ações que vão levar a uma ordem anárquica ou pouco refletida.

Corvo sobre relógio

A pontualidade não se aplica somente ao início das atividades, mas também à conclusão das mesmas. É preciso ser tão escrupuloso com a hora de começar algum trabalho quanto com a hora de terminá-lo. O mesmo deve acontecer com as pausas. Começar com o respeito a esse marco temporal vai ajudar muito para que você cumpra os prazos e desfrute dos benefícios de uma boa organização.

Priorizar é fundamental

A priorização das tarefas é um fator fundamental para que a meta de tempo seja alcançada. Há vários critérios para fazer isso. O comum é dar prioridade ao mais urgentee deixar para depois o menos urgente. Dessa forma, ao final da jornada, se você não conseguir fazer tudo, pelo menos adiantou o que é mais relevante.

Outra forma de priorizar que pode ser muito adequada é organizar as tarefas da mais complexa para a mais simples. Ao começar a jornada, sua mente está mais livre e você conta com uma boa reserva de energia. Isso proporciona uma maior eficiência. Você se encontra no estado ideal para fazer o mais difícil. O simples vai exigir menos, assim, você não precisar estar com 100% das suas capacidades.

 

Fazer passo a passo, simplificando

 

Esse conselho é especialmente útil para pessoas que têm grande dificuldade de se organizar. Trata-se simplesmente de dividir cada tarefa em partes menores e segui-las de maneira sequencial, não simultânea. Além disso, esta estratégia proporciona uma sensação positiva de conquista e ajuda a distribuir melhor a energia e o tempo.

Como não perder tempo

 

A melhor maneira de impedir que o tempo se consuma é fazer uma tarefa de cada vez.Certamente você já passou por essa sensação. Tentar fazer tudo de uma vez e, no final, não conseguir fazer nada. Tudo fica começado, mas pela metade. Não somos capazes de nos concentrar em nenhuma das tarefas que começamos e o estresse aumenta porque também aumenta o número de erros ao tentar fazer as coisas com a atenção dividida.

 
 

Conheça seu próprio ritmo

 

É sempre importante se conhecer melhor. O trabalho não é uma exceção. Por isso, é importante observar a si mesmo durante algum tempo para conseguir determinar quanto tempo você demora para realizar uma tarefa específica. Direcione seu foco para aquelas que são parte essencial do seu trabalho.

Não meça somente a quantidade de tempo que emprega. Também é bom observar qual é sua atitude em relação a essas tarefas e quais aspectos são os mais fáceis ou os mais difíceis de desenvolver. Os dados que você conseguir extrair dessa informação vão permitir que você entenda melhor seu ritmo e o tempo que demora para realizar determinada tarefa. Dessa forma, você pode propor para si mesmo metas realistas a fim de melhorar cada vez mais.

 

Utilize a tecnologia a seu favor

 

Um dos maiores erros da contemporaneidade é estar mais ocupado com o telefone celular que com o que deve ser feito no trabalho. Em alguns casos não é tão grave. Basta se propor a checar suas mensagens apenas em determinados horários e pronto. Você elimina esse fator de interferência no seu trabalho.

Pessoas penduradas na frente do sol

Se o comportamento for compulsivo, ou seja, se por mais que você tente ainda não consiga desviar sua atenção do celular ou de qualquer outro dispositivo semelhante, será preciso tomar medidas que aumentem o custo do comportamento e que se tornem um obstáculo muito maior que sua vontade. Por exemplo, trocar seu celular atual por outro que permite apenas fazer chamadas, desligar o celular ou deixá-lo em casa.

 

Aprenda a se desconectar

 

Isso se relaciona com a pontualidade e a capacidade de cumprir horários. Fora do seu horário de trabalho, corte sua conexão com o mesmo. Esse gesto é um sinal de respeito com o seu próprio tempo, e assim você cuida da sua saúde física e mental.

Não leve trabalho para casa. É fundamental diferenciar o espaço pessoal e o espaço de trabalho. O recomendável é ter uma conta de e-mail para o trabalho e outra para os assuntos privados e nunca deixar misturar as mensagens. O ideal é aprender a se desconectar totalmente do trabalho quando não estiver trabalhando.

 

Aproveite ao máximo o seu tempo livre

 

Pode ser que o seu trabalho seja cansativo. É possível que quando você sai do trabalho, queira apenas se jogar no sofá e assistir televisão, “sem pensar em nada”. Ou queira dormir para repor as energias que foram gastas. No entanto, pode ser que você não sinta que realmente descansou depois de fazer isso.

Homem segurando globo terrestre

 

O descanso não é o momento para fazer essas atividades simples, mas que você odeia. Mas você também não deve ser passivo. O ideal é que o seu descanso seja realmente prazeroso, criativo e emocional. É melhor dedicar tempo à sua família, às pessoas com as quais você se importa. Conversar com elas, sair para caminhar ou ter um hobby relaxante. Você vai ver que a sensação de cansaço realmente some.

 

O tempo é uma unidade de medida que damos à vida. É a vida em si mesma, e por isso é tão valioso. Perder tempo provoca pensamentos e sensações negativas. Pensamentos de incompetência, sentimento de inutilidade. Assim, tente substituir esses hábitos que parecem um buraco negro do tempo, com os quais você não produz nem aproveita. Vale a pena tentar.


Fonte/Autor: mente maravilhosa

Deixe seu Comentário

Ainda não há comentários, seja o primeiro a comentar.

Seu Nome:

Seu E-mail:  (Não será divulgado)

Comentários:
   Página de 16     ( Total de Registros: 153 )

 

 
© Copyright 2009  Rádio Cultura de Sergipe
Rua Simão Dias, 643  Centro · Aracaju/SE
(79) 3226-8710 · 3226-8704 · 3226-8700  |  cultura@cultura670.com.br
 
 
 
Desenvolvido por Forma&Cor - Comunicação e Design